Junta-te ao movimento Wings for Life World Run

  

Wings for life

Dentro de precisamente um mês, milhares de entusiastas de corrida em todo o mundo vão uma vez mais unir-se por uma grande causa: apoiar a investigação da cura das lesões na espinal medula. A corrida Wings for Life World Run regressa no dia 6 de maio e qualquer um pode participar através da APP Run. Lisboa volta a ter um encontro organizado.

Correr por aqueles que não podem. Este é o lema da Wings for Life World Run, a primeira corrida global da história que nasceu em 2014 com um objetivo claro - apoiar a investigação da cura das lesões na espinal medula. Nas quatro edições até agora realizadas foram mobilizadas 435 mil participantes de 193 países, que correram em 58 localizações dos seis continentes. Graças a estes esforços, foram angariados 20.6 milhões de euros em donativos, uma verba cem por cento direcionada para a investigação científica.

Este ano a corrida está agendada para o dia 6 de maio, às 12 horas de Portugal Continental, com o conceito a ganhar uma nova dimensão através da Wings for Life World Run APP Run. Deste modo a participação na corrida não está limitada às 13 localizações físicas existentes. Depois da organização de três corridas em Portugal – uma na Comporta e duas no Porto – a organização desafia os portugueses a continuarem a apoiar a investigação para encontrar a cura para as lesões na espinal medula. Para isso basta um donativo de €15, uma contribuição que é feita através de uma simples inscrição na APP Run (download em www.wingsforlifeworldrun.com). Além do acesso à comunidade Wings for Life World Run este passo permite garantir a presença, por via eletrónica, no pelotão global!

Em Portugal há a registar a organização espontânea de um encontro para correr com a Wings for Life World Run APP Run. Será na região de Lisboa, mais concretamente no Estádio Nacional (Jamor), numa iniciativa pessoal de Nuno Jesus – que marcou até hoje presença em todas as edições da corrida empurrando a cadeira de rodas do antigo piloto de Motocrosse Jorge Alves; "Esta é mesmo a corrida mais gratificante de todas, pois sei que estamos todos a contribuir para o sucesso de uma grande causa".

Ao contrário do que acontece nas corridas tradicionais, na Wings for Life World Run os participantes são perseguidos por um Carro Meta que começa a andar 30 minutos depois da saída do pelotão, aumentado progressivamente a velocidade até apanhar o último corredor.

Mais informações em: www.wingsforlifeworldrun.com