Quando os jovens cultivam o futuro

  

1CAP 3

Realizou-se ontem a final do “Cultiva o teu Futuro” – o concurso de ideias organizado pela Confederação dos Agricultores de Portugal que pretende estimular a inovação dos estudantes do ensino superior em temas ligados à atividade agrícola. Para esta sexta edição, o foco esteve no setor dos cereais.

À medida que a tarde vai passando, os produtos acumulam-se ao fundo do palco: uma mousse proteica, bolachas recheadas de fruta, uma manteiga de milho ou um chocolate de malte são apenas alguns dos exemplos. No total, 16 ideias de negócio passaram pelo auditório da sede da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), em Lisboa. 

Conforme recordou o Secretário-Geral da CAP, Luís Mira, estes foram os melhores dos 78 projetos apresentados ao longo desta sexta edição. Ao todo registaram-se 121 inscrições, num envolvimento de 140 alunos de 38 instituições de ensino politécnico e universitário. Os participantes, explicou, não são apenas estudantes de cursos ligados à agricultura, contemplando áreas como Design, Marketing ou Logística Alimentar.

CAP25

Cada edição deste concurso é circunscrita a um tema. Em 2016, o tema foi centrado no sector do Leite e Laticínios. Para este ano, a escolha recaiu no setor dos cereais. A próxima edição será focada ao papel da água na agricultura. Em comum, explicou Luís Mira, cada tema tenta responder à necessidade identificada de aumentar a produção de alimentos, a curto-prazo, face ao crescimento demográfico. “Atualmente, a nível europeu, apenas 2% da população está ligada a agricultura, tendo de produzir alimentos para os 100%”, reforçou.

1CAP 1
O Secretário-Geral da CAP, Luís Mira, destacou a qualidade das ideias apresentadas

Do pitch à vitória
Dos 16 projetos apresentados – que efetuaram um pitch de 3 minutos – foram depois selecionados seis finalistas. Na fase posterior, houve mais tempo para detalhar os pormenores de cada projeto de investimento, com a apresentação de planos financeiros e de comunicação, por exemplo. 

1CAP 5

A júri escolheu como vencedor o projeto “Barroz”, elaborado por uma equipa da Universidade de Aveiro. A ideia deste grupo de três estudantes de Design consiste num novo produto – barras de arroz com legumes desidratados, prontas a cozinhar, e divididas em doses individuais. A equipa vencedora recebe agora um prémio monetário no valor de 5000€.

Em representação da equipa, Ana Solá, de 21 anos, explicou à Forum que o trabalho foi desenvolvido no âmbito da cadeira de projeto da licenciatura. Depois de conhecerem o tema, intuitivamente vislumbraram a oportunidade de explorar duas condicionantes: “os problemas que as pessoas sentem com a dosagem e com a falta de tempo”. Agora, a estudante espera que o produto seja implementado no mercado, seja através de uma parceria com uma empresa ou por iniciativa deste grupo de estudantes.

1CAP 2
Ana Solá é uma das três alunas que integra a equipa vencedora

Dirigindo-se a todos os participantes, já no final da sessão, Luís Mira congratulou os trabalhos apresentados, salientando que estes “se encontravam num nível mais elevado do que em edições anteriores”. “Escolher o vencedor foi uma decisão difícil”, concluiu.

1CAP 4