Na Tourism Academy todos ganham com esta experiência mas, no final destes 6 dias, uns ganharão mais do que outros. Isto porque, para apimentar a semana em Faro, a Escola de Hotelaria e Turismo do Algarve (EHTA) resolveu preparar vários desafios paralelos a uma rica programação de atividades, no âmbito dos quais os 50 participantes desta academia, divididos por 4 equipas, vão somando pontos até à vitória. Na noite inaugural, foi tempo do Quizz Dr. Why, um trivial eletrónico interativo de perguntas de Cultura Geral. Já na segunda noite, a comitiva andou divertida pelo centro histórico da cidade num peddy paper à caça de pistas, um desafio que implicou tanto pernas para correr, como perspicácia ou trabalho de equipa.

O dia começara num ambiente totalmente aposto, em plena paisagem rural, na Quinta da Tôr, ali para os lados de Loulé. Fomos conhecer estas terras que pertenceram à mesma família entre 1500 e 2011, ano em que foram reabilitadas por um novo proprietário, o engenheiro Mário Santos, que recuperou as vinhas e construiu uma adega. O micro-clima da zona permite uma boa e equilibrada maturação das 7 uvas que esta terra tem para oferecer - Touriga Nacional, Sirah, Carbernet Sauvignon, Aragonez, Siria, Arinto, Chardonnay - explicou-nos o anfitrião desta propriedade que promove visitas/degustações e que anualmente produz 100 mil garrafas de vinho. “A nossa missão é contribuir para o reconhecimento da qualidade dos produtos algarvios, em especial o vinho da região”, lê-se no site desta quinta equipada com uma fantástica piscina com bar interior.

DSCN9047

DSCN9079

“Vocês são um grupo fantástico para a apanha da uva. Que pena não ter aí uvas para vocês apanharem”, confessaria Mário Santos a meio da visita. Do fruto à garrafa, os alunos do Ensino Secundário ficaram a conhecer todas as etapas desta atividade económica, bem como as potencialidades do enoturismo no Algarve, onde existem cerca de 40 produtores, 30 dos quais certificados e com produção anual. “Os vinhos da região estão a progredir e a ganhar notoriedade. Temos bom clima e isso é sinónimo de bom vinho, mas o problema eram as questões tecnológicas. Agora já conseguimos controlar as temperaturas de fermentação, por exemplo”, conta o proprietário da Quinta da Tôr. E foi assim que nasceu o vinho Sirah, raro nos seus 17º de álcool.

DSCN9120

 

Isentos de álcool, mesmo que adulterando receitas de grandes clássicos, foram os cocktails (na verdade, mais mocktails) preparados por este grupo de jovens num workshop tendo O Castelo Bar, na Cidade Velha de Faro, com cenário. A equipa de barmen deste espaço inaugurado há 7 anos foi incansável no momento de ensinar os participantes da Tourism Academy coisas aparentemente simples como tirar um café e outras mais elaboradas como preparar uma Marguerita. "É muito giro e interessante estar do outro lado do bar e ver como tudo está organizado e como se preparam as bebidas que tomamos enquanto clientes", comentaria Eduardo, um dos participantes.

Eis uma tarde muito bem passada, com vista privilegiada para a Ria Formosa e já a pensar no jantar temático que seria elaborado por 25 estudantes, enquanto outros tantos puseram a mesa com a devida pompa e circunstância. Sopa, saladas de diferentes tipos, pizza e arroz doce compuseram o menu. A cada esforço foi atribuída uma pontuação. Na quinta-feira será altura de trocarem de funções. Quanto aos campeões da semana, prognósticos só no final do jogo.

DSCN9147